O poder de adapte-se a realidade

Com a crise econômica que estamos vivendo, principalmente no Rio de Janeiro, muitos profissionais acabaram saindo do mercado de trabalho. Contratos encerrados, vendas em queda e muitos outros acabaram obrigando as empresas a reduzir seu quadro de funcionários.

Adaptar-se a realidade é necessário! Do CEO até o auxiliar de serviços gerais, todos precisam viabilizar uma forma honesta de restabelecer seus rendimentos ou, ao menos, parte dele.

Uma parte desses desalocados se mostra bem resiliente, aproveitando o mercado aberto pelas Startups para prestadores de serviço independentes. Uber, 99, Rappi e outras estão viabilizando a vida de muitos destes. A imagem desta postagem retrata exatamente isso: um indivíduo que utiliza uma bicicleta locada trabalhando para duas Startups.

É engenheiro com mestrado atuando como motorista, auxiliar de serviços gerais pilotando bicicleta e realizando entregas, etc. O mais curioso é que alguns acabaram descobrindo que o “bico” (como alguns preconceituosos ainda chamam) pode ser mais lucrativo que a atividade que exerciam anteriormente, e com liberdade para definir quando e quanto tempo trabalhar.

E você? Vai ficar só reclamando da vida e aguardando uma oportunidade cair do céu? Solte-se de suas amarras conceituais e mãos a obra!

#10yearschallenge dos negócios

Na onda da hashtag #10yearschallenge, vamos a uma curiosidade:

Uber (Fundada em 2009)
Instagram (Fundada em 2009)
WhatsApp (Fundada em 2009)
99 (Fundada em 2012)
Nubank (Fundada em 2013)
iFood (Fundada em 2011)
Rappi (Fundada em 2015)

Aplicativos que muitos consideram essenciais em suas vidas simplesmente não existiam! Surpreendente a velocidade das transformações, não?

Isso ilustra muito bem que o mercado de trabalho e negócios estão sofrendo drásticas mudanças em períodos muito curtos de tempo. Hoje ficar acomodado não é nem um pouco indicado para quem pretende permanecer bem colocado.

Para funcionários, é um sinal que a profissão que pode estar em alta hoje, amanhã pode nem existir! E aquele Skill que ninguém da importância pode ser a profissão do momento daqui a poucos anos.

Para empreendedores, aquele nicho de mercado mal explorado pode se tornar evidência. Aquele produto que hoje é inovador, em pouco tempo pode ficar obsoleto.

E o que está fazendo para que sua carreira ou negócio não seja engolido pela velocidade das mudanças?