Quero desenvolver um sistema e/ou um App! Quanto custa?

Nove entre dez empresas de desenvolvimento normalmente recebem este questionamento periodicamente. Antes de solicitar um orçamento, é necessário ter o mínimo de escopo, para que seja possível montar ao menos um rascunho de uma especificação.

Fazendo uma analogia simples, é a mesma coisa que perguntar quanto custa um veículo. Primeiro você precisa definir que tipo de veículo necessita, qual será seu uso. Uma motocicleta pode atender muito bem a necessidade de uma pessoa se deslocar dentro de um bairro ou cidade, agora para ir do Brasil até a Austrália não seria o veículo mais recomendado, principalmente que, para tal trajeto, só voando ou navegando. A estimativa de preço depende da necessidade e, quanto mais detalhes forem fornecidos, mais assertiva será esta estimativa.

Seguindo na mesma analogia, se você precisa se deslocar entre cidades próximas, e costuma ter material para carregar e/ou mais de duas pessoas, seguindo a linha do menor custo, já podemos eliminar lancha, avião e helicóptero. Agora a opção mais econômica, que seria moto, não é viável para carga de material e/ou mais de duas pessoas. Com isso conseguimos fechar o escopo do tipo de veículo necessário: carro, ônibus ou caminhão. Neste ponto já precisamos de um maior detalhamento, mas ao menos eliminamos algumas opções e temos uma faixa de valor estimada.

Antes de buscar qualquer orçamento, procure enumerar ao máximo qual sua necessidade e quais as barreiras que pode encontrar. Somente assim conseguirá uma estimativa que lhe permita planejar. Se você não consegue efetuar tal processo, contrate um consultor técnico para lhe ajudar nesta tarefa.

Está faltando trabalho ou está faltando competência?

Estamos diante de uma crise, fato. A cada semana leio e tomo conhecimento por amigos de empresas demitindo funcionários, negócios encerrando atividades e empresas perdendo contratos. Entretanto paralelo a este fato, continuo a observar que além de uma baixa na oferta de vagas, o que falta não é trabalho, e sim competência.

Recentemente postei em uma rede social 6 oportunidades pontuais de prestação de serviços, em segmentos diferentes, para negócios que estou envolvido. Apenas uma delas exigia diploma, agora todas as outras eram passíveis de execução por qualquer pessoa. O texto era o seguinte:

“Momento classificados

Procuro:
– Contador recém formado;
– Artesão que trabalhe bem com resina;
– Empresa que faça balões de hélio em material diferente de borracha personalizados;
– Expert em Asterix e VoiP;
– Serralheiro bom e inteligente que trabalhe com ferro e alumínio;
– Marceneiro bom e inteligente;

Alguém pode ajudar? Ah, tem que ser do Rio.”

Sabe quantos negócios eu fechei com profissionais para fornecerem tais serviços? Nenhum. Sim, isso mesmo, nenhum. Com o advento da Internet, aprender nunca foi tão fácil. Tutoriais em texto, imagem, áudio e vídeo são encontrados com facilidade. Dentre alguns de meus amigos e conhecidos, certamente existiam pessoas que estavam desalocadas e possuíam inteligência suficiente para buscar informação e aprender como executar algumas destas demandas e sinalizarem que gostariam de enviar um orçamento.

Oportunidade não se perde – esta foi uma das primeiras lições que aprendi na prática depois de algum tempo como empreendedor. Muitas vezes estamos diante de oportunidades latentes mas não visualizamos. A cegueira cultural enraizada vem desde a infância, quando pais, parentes e amigos perguntam: o que você quer ser quando crescer? Todos esperam sempre uma resposta única, monolítica e esta vira um fardo para o indivíduo. Agora será mesmo que você só tem capacidade de exercer uma atividade? Pessoalmente aposto que não.

Preciso desenvolver um aplicativo mobile para meu negócio! Hum… Será?

mobile-tablet-ss-1920

De tempos em tempos recebo na Um Publicidade pedidos de orçamento para o desenvolvimento de aplicativos. Tais solicitações vem de empresas dos mais variados segmentos, desde pequenas empresas planejando um aplicativo informativo institucional até startups querendo desenvolver um negócio completo com base em um aplicativo. Acontece que a maioria não contrata um consultor de negócios, apostando em algo que não sabem se realmente é vantajoso para seu negócio, gastando quantias consideráveis em aplicativos que não vingam.

Luis Collado, diretor na Espanha dos serviços News e Play, apresentou números bem interessantes sobre buscas e aplicativos. O executivo destacou que o Google alterarou seu algoritmo de buscas, que desde abril prioriza os resultados de sites que têm versões adaptadas para smartphones e tablets, depois da mudança significativa do comportamento de uso dos serviços da empresa que passaram a ser acessados principalmente por smartphones e tablets. O diretor do Google advertiu que 80% dos usuários de móveis que entram em um site não adaptado para telefones saem imediatamente da página.

Os aplicativos mais utilizados são os jogos e os de redes sociais. Em média, somente 6 aplicativos instalados são utilizados por 75% dos usuários. Agora o número mais impressionante de todos que foram apresentados é este: 90% dos aplicativos instalados são abandonados um mês depois de terem sido baixados. O famoso índice de download de aplicativos é uma métrica totalmente furada para definir o sucesso de uma aplicação.

Na grande maioria dos casos, ter um site projetado para smartphones e tablets é o suficiente para interagir com seu usuário. Se seu negócio não envolve streamming de áudio ou vídeo e algumas outras funcionalidades que necessitam de sensores especiais (GPS, NFC, entre outros), provavelmente o desenvolvimento de um aplicativo é algo supérfulo. Um aplicativo básico, de qualidade, desenvolvido para as plataformas Android e IOS não sai menos de R$ 18.000,00. Com este orçamento é bem provável que você consiga adequar seu site para dispositivos mobile e ainda sobre uma receita para investir em divulgação.

Sabe aquela proposta mirabolante que sua agência de publicidade falou ou que uma consultoria de TI lhe enviou para desenvolver um aplicativo que irá provocar um boom de clientes para seu negócio? Mais fácil acreditar em papai noel.

Conte com a Um Publicidade para traçar sua estratégia digital e otimize seus investimentos. Entre em contato conosco.

Um Publicidade
Telefones: (21) 4042-5635 / (11) 3230-9898 / (31) 4042-5044
Skype: umpublicidade
http://www.umpublicidade.com.br